Notícias

Rodriguinho de volta: solução ou mais um problema para o Cruzeiro?

Que o Cruzeiro vive situação difícil na temporada, não é novidade para ninguém. Jogadores em má fase, baixo nível técnico e problemas extracampo são algumas das causas para o desempenho pífio do time celeste no primeiro turno do Brasileirão. O time terminou a primeira parte do campeonato na 17ª colocação, primeira da zona de rebaixamento. E, nesse momento complicado, a Raposa conta com a volta de sua principal contratação para o ano de 2019, o meia Rodriguinho, que estava lesionado. Agora resta saber: esse retorno será positivo ou negativo para a equipe estrelada?

Contratado no início da temporada por R$ 15 milhões, com a ajuda de um parceiro, Rodriguinho foi tido como substituto de Arrascaeta, vendido ao Flamengo em negociação polêmica. Apesar do status de reposição ao uruguaio, o camisa 23 chegou ao Cruzeiro mais como uma sombra para Thiago Neves, do que como um ponta esquerda.

Altos e baixos

O início do meia no Cruzeiro foi animador. Uma lesão de Thiago Neves permitiu que Rodriguinho tivesse sequência já no início da temporada e o jogador se destacou com gols e assistências, principalmente na fase de grupos da Copa Libertadores. Mas, com o decorrer do ano, o camisa 23 teve grande queda de rendimento, juntamente com o restante do time.

Com a pausa na Copa América, em junho, Rodriguinho iniciou um tratamento para dores lombares que, segundo ele, o acometiam desde o mês de abril, justamente quando seu rendimento caiu. O tratamento não surtiu efeito e então foi necessário fazer uma intervenção cirúrgica, em julho. O procedimento o tirou dos gramados até esse mês de setembro.

Retorno de Rodriguinho

Agora, prestes a completar quatro meses sem entrar em campo, tendo feito sua última partida contra a Chapecoense, em 26 de maio, pela sexta rodada do Brasileirão, Rodriguinho tem a chance de voltar a atuar contra o Flamengo, no próximo sábado (21).

Resta saber se o retorno do jogador será positivo ou negativo, para uma equipe que já vem sofrendo no ano. O pensamento do torcedor, de imediato, é de alívio, num time que tem estado fragilizado em peças. Rodriguinho já mostrou qualidade e dá novas opções de jogo ao treinador Rogério Ceni.

Rodriguinho de volta: solução ou mais um problema para o Cruzeiro?
Rodriguinho poderá voltar a atuar já no próximo fim de semana, contra o Flamengo – Crédito da foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Outro alento é um novo nome para assumir a posição de armador. Thiago Neves e Robinho passam por um momento ruim e na última partida, o Cruzeiro jogou sem um homem de ligação.

A torcida também passa a ter esperanças pelo fato de que o mau momento de Rodriguinho surgiu justamente com sua lesão lombar. Isso pode significar que sua queda de rendimento foi motivada pelo problema físico.

Por outro lado, a fase boa de Rodriguinho aconteceu num período de jogos contra adversários inferiores, no Campeonato Mineiro e fase de grupos da Copa Libertadores. Resta saber também como o treinador Rogério Ceni irá utilizar o atleta, já que este não foi uma contratação pedida pelo comandante celeste.

Mas, quem tá na chuva é pra se molhar e o Cruzeiro já se encontra encharcado. Ganhar uma peça experiente como Rodriguinho pode ajudar o time na retomada, que se faz urgente. E pior do que tá é difícil, apesar de não ser impossível, ficar.

Leia também: O que Rogério Ceni pode fazer para melhorar o futebol do Cruzeiro?

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar