ColunasPor onde anda

Por onde anda #1: Everton Maranguape

Autor de gol no famoso 6 a 1 no rival, relembre e veja por onde anda o jogador

Sabe aquele jogador que passou pelo seu time e deixou saudades (ou não)? Que protagonizou ou pelo menos participou de momentos importantes da história de seu clube, sejam eles bons ou ruins? Pois bem. O Mais Cruzeiro, com a coluna “Por onde anda”, irá relembrar alguns desses atletas que passaram pela Raposa. Toda segunda-feira iremos falar da trajetória do jogador no clube, fatos interessantes em sua carreira e por onde ele anda, atualmente.

E para começar, falaremos de um jogador que, com certeza não deixou saudades, mas que marcou seu nome na história celeste. Quem aí lembra de Everton, também conhecido como Everton Maranguape? Bom, talvez só pelo nome você não lembre de cara, mas, o jogador gravou sua figura na história celeste quando fez isso aí ó (veja a partir do minuto 5:23):

É isso mesmo, Everton foi o nome do sexto gol do Cruzeiro no 6 a 1 sobre o Atlético-MG. O jogo, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2011, poderia decretar o primeiro rebaixamento da história do time celeste, justamente contra o maior rival. Mas a sonora goleada, muito lembrada até os dias atuais, rechaçou as chances de queda e virou uma das principais zoeiras dos cruzeirenses contra os atleticanos.

Carreira

Francisco Everton, nascido na cidade de Maranguape (daí o apelido), no Ceará, em 1984, é mais um daqueles nômades do futebol. Foram 15 clubes diferentes durante sua carreira, iniciada no ano de 2005, tendo chegado a jogar em grandes times como Fluminense e o próprio Cruzeiro.

Cruzeiro

Everton chegou ao Cruzeiro no ano de 2010, vindo do Fluminense, a pedido do então técnico Cuca. Curiosamente, naquele ano, a Raposa seria vice-campeã do Brasileirão, atrás justamente do Tricolor da Laranjeiras.

No time celeste, o jogador, que podia jogar tanto de meia, quanto de lateral esquerdo, sempre foi mais uma opção de composição de elenco, apesar de ter feito muitos jogos com a camisa azul celeste. Foram 113 partidas, com cinco gols anotados.

Everton, apesar de reserva, era visto como um curinga no time durante o período em que jogou no Cruzeiro. Sua versatilidade o credenciava como o famoso “pau pra toda obra” e sua entrega em campo acabou dando à ele uma boa quantidade de minutos.

Seu melhor ano no clube foi, curiosamente, um dos piores do Cruzeiro. Em 2012, a equipe comandada por Celso Roth sofria no Campeonato Brasileiro e poucos nomes ali se destacavam. Um deles era Everton, que fez suas melhores atuações com a camisa celeste naquela época.

Por onde anda #1: Everton Maranguape, ex-Cruzeiro
Everton, na temporada de 2012 – Crédito da foto: Tarcísio Badaró/Globoesporte.com

Pelo clube, Everton conquistou dois títulos: o Campeonato Mineiro de 2011 e o Campeonato Brasileiro de 2013, este mais como espectador do que como realmente alguém com função importante na campanha.

Após a temporada de 2013 se encerrar, Everton passou a ser emprestado até que seu contrato com o Cruzeiro se encerrasse, em 2016. Foram sete temporadas como jogador do Cruzeiro, estando ativamente no clube por quatro delas.

Dias atuais

Após deixar de vez o Cruzeiro, Everton rodou por equipes médias do futebol brasileiro, como Figueirense, Fortaleza, Remo e Santa Cruz, onde jogou até a temporada atual. Hoje, aos 35 anos, o jogador se encontra sem clube, mas ainda não pendurou as chuteiras oficialmente.

Veja também: Desfechos do desastre anunciado: 18º lugar e Cruzeiro na berlinda

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar