Notícias

Após problemas com Thiago Neves, Rogério Ceni pode deixar Cruzeiro

Segundo informações da Rádio Itatiaia, o treinador se irritou com uma reunião após o jogo contra o Ceará

Os dias de Rogério Ceni como treinador do Cruzeiro podem estar contados. E o motivo seriam problemas com o elenco celeste, tendo um nome como pivô, o camisa 10 do time, Thiago Neves. Segundo informações da Rádio Itatiaia, após a partida de ontem entre Ceará e Cruzeiro, que terminou em 0 a 0, o elenco pediu uma reunião com o treinador, que não gostou muito do conteúdo desta.

Após Rogério Ceni dar entrevista coletiva, normalmente, o time se encaminhou para fechar o vestiário. A partir daí, então, o zagueiro Dedé teria, então, pedido a palavra e, sem se exaltar, explicado a importância de Thiago Neves para o time. A importância da experiência e qualidade do jogador, num momento como este, foi usada como argumento. O camisa 10 celeste não saiu do banco na partida de ontem (26), com Ceni tendo preferido mandar os jovens Ezequiel e Maurício à campo.

Acontece que, após as palavras de Dedé, Rogério teria simplesmente virado as costas par o elenco e saído do vestiário, deixando os jogadores sozinhos. Enquanto Ceni ia embora, os jogadores ainda permaneceram no vestiário, saindo apenas 20 minutos depois.

Silêncio

Após o ocorrido, flagrado pela equipe da Rádio Itatiaia, ninguém do Cruzeiro, sendo jogadores, direção ou comissão técnica falaram com a imprensa. Apenas o volante Éderson, eleito melhor em campo, deu entrevista na zona mista.

Fica ou sai?

A situação de Rogério Ceni começa a se tornar insustentável no Cruzeiro. O treinador vem tendo problemas com o elenco desde que chegou e não faz um trabalho bom o suficiente para justificar um respaldo total. O treinador demonstra incoerência em alguns aspectos do seu jogo e teimosia em outros.

Desde que assumiu o Cruzeiro, Ceni comandou a equipe em oito jogos, tendo vencido dois, empatado dois e perdido quatro, com duas sonoras goleadas sofridas. Mesmo nos jogos que venceu, Ceni não convenceu. Contra o Santos, em sua estreia no time, a Raposa atropelou. Mas o jogo ficou condicionado pela expulsão do zagueiro santista Gustavo Henrique, aos 3 minutos da primeira etapa. Já contra o Vasco, o time jogou mal e dependeu de Fábio, que pegou um pênalti, e do garoto Maurício, que entrou na segunda etapa e fez o gol da vitória.

Mas há de se dar a responsabilidade também ao elenco celeste. O mesmo Thiago Neves, que hoje bate de frente com Rogério Ceni, também criticou Mano Menezes no fim do trabalho deste. E, dentro de campo, os encrenqueiros do elenco não tem resolvido. Fred é outro jogador que parece que joga com 100 kg amarrados em suas pernas. Também é importante lembra que o próprio elenco celeste deu aval para a contração de Rogério. A situação do Cruzeiro é muito desconfortável e o time parece caminhar a passos largos para uma inédita Série B.

Informações apontam que o destino de Rogério Ceni no Cruzeiro será definido em reunião nesta quinta-feira. A tendência é que o treinador deixe o comando da equipe. Segundo o site Yahoo! esportes, a diretoria celeste teria sugerido que o técnico se demitisse. Mas que Rogério, por sua vez, não abre mão de receber a multa rescisória.

Leia mais: Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Ceará

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar