Avaliações

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Ceará

Fábio se destaca e David é o pior em campo

Veja agora as avaliações e notas dos jogadores do Cruzeiro no empate por 0 a 0, contra o Ceará, no Castelão, na noite desta quarta-feira (25). As notas vão de 0 a 10.

Fábio – 8,5

Melhor em campo, o goleiro cruzeirense fez várias defesas, incluindo pelo menos dois milagres, que evitaram que o Cruzeiro saísse de campo derrotado.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Ceará
Fábio evitou a derrota celeste com grandes defesas – Crédito da foto: Reprodução/Premiere

Orejuela – 6,5

Muita garra, disposição, algumas oportunidades criadas, mas a velha deficiência técnica no último passe e cruzamento. Com melhor finalização nas jogadas, o colombiano certamente seria um dos melhores laterais do Brasil.

Dedé – 5

Dedé fez boa partida, mas acabou comprometendo em dois lances nos quais o Ceará esteve muito perto de fazer seu gol. No primeiro foi driblado duas vezes e no segundo entregou uma bola de graça para o ataque adversário.

Fabrício Bruno – 6

Não comprometeu e ainda foi decisivo ao atrapalhar Thiago Galhardo numa finalização em que o meia do Ceará tinha o gol aberto a sua frente.

Egídio – 5,5

Bem defensivamente e arriscando algumas subidas ao ataque, errou em tomadas de decisão e no último passe, mas também não comprometeu.

Henrique – 7

Um dos melhores do Cruzeiro em campo. Mais uma vez fez seu papel discretamente, mas com muita efetividade, controlando o meio de campo enquanto pôde.

Éderson – 7

Ótima partida do jovem volante que, cada vez mais, vem se garantindo no time titular. Apesar de não estar tão bem quanto Henrique na marcação, teve boa saída de jogo e quase fez um golaço no primeiro tempo, sendo parado pelo goleiro do Ceará.

Robinho – 6,5

Teve boa atuação enquanto esteve em campo, organizando o meio de campo celeste, apesar de ter perdido uma boa chance de gol. O time sentiu muito quando ele foi substituído, por cansaço.

(Ezequiel – 4,5)

Entrou mostrando disposição e ganhou um bom número de duelos “mano a mano”, principalmente na intermediária defensiva celeste. Mas não passou disso. Limitado tecnicamente e inexperiente, até finalizou uma vez, mas sem perigo.

Marquinhos Gabriel – 5,5

Bem no primeiro tempo, participando das jogadas ofensivas celestes e acertando bons passes, além de ter feito um chute perigoso. Na segunda etapa sumiu da partida, talvez pela mudança de posicionamento, quando foi jogar centralizado.

David – 3

O pior em campo pelo lado do Cruzeiro. Errou tudo que tentou, mostrando deficiência na finalização, tomada de decisão, último passe e posicionamento. Não justifica sua condição de titular.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Ceará
David, mais uma vez, fez péssima partida – Crédito da foto: Pedro Chaves/ Lightpress/ Cruzeiro

(Maurício – 5,5)

Entrou demonstrando vontade, apesar de, efetivamente, não acrescentar muito ao time. Conseguiu finalizar uma bola, rebatida pela zaga. Precisa de mais oportunidades.

Pedro Rocha – 5

Se movimentou bem mas já ficou provado que não funciona de “falso 9”. Devia jogar na posição que é ocupada por David. Saiu lesionado ainda na primeira etapa. Não sem antes perder uma chance clara e fazer um gol, anulado por impedimento.

(Fred – 4)

Entrou no lugar de Pedro Rocha e mostrou porque Rogério Ceni tem preferido o camisa 32 na função de homem mais avançado. Errou quase tudo que tentou, travou a equipe e se movimentou pouco. Finalizou apenas uma bola no gol, num movimento acrobático, mas que não levou tanto perigo.

Rogério Ceni – 5

Mandou bem ao manter o esquema com dois volantes, mas foi infeliz em insistir com Pedro Rocha de “falso 9”, pois assim perde o jogador numa função que este não sabe fazer e mantém David, em péssimas fase. Também errou na substituição de Robinho, pois ao tirar o jogador e colocar o ponta Ezequiel, perdeu o controle do meio de campo. A entrada de Maurício na vaga de David foi boa, mas tardia.

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar