AvaliaçõesCampeonato Brasileiro

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Goiás

David é o que mais tenta e Edílson e Thiago Neves são os piores em campo

Veja agora as avaliações e notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota por 1 a 0, contra o Goiás, no Serra Dourada, na noite desta segunda-feira (30). As notas vão de 0 a 10.

Fábio – 6

Praticamente não precisou intervir no jogo. Não teve culpa no gol do Goiás.

Orejuela – 4

Aguerrido como sempre, ganhou algumas bolas na força, mas pecou mais uma vez em aspectos técnicos, como passes e cruzamentos. Foi substituído por Edílson, no intervalo.

(Edílson – 2,5)

Entrou no lugar de Orejuela, no intervalo, para tentar finalizar melhor as jogadas ofensivas. Não fez isso, indo pouco ao ataque, e ainda por cima falhou bizonhamente no gol do Goiás, não acompanhando Alan Ruschel, que passava em suas costas e que viria a marcar. Apesar de ser uma falha defensiva geral, foi o principal culpado. Partida lastimável.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Goiás
Defesa do Cruzeiro vacilou feio no gol do Goiás – Crédito da foto: Reprodução/Premiere

Dedé – 4

Mal no jogo, nem lembra aquele Dedé de 2018. Errou passes, lançamentos e ainda teve participação direta no gol do Goiás, numa falha de posicionamento.

Fabrício Bruno – 5

Não comprometeu, mas também não fez nada demais, muito pela pouca pressão exercida pelo Goiás. Chego atrasado num duelo aéreo.

Egídio – 6,5

Bem defensivamente e arriscando algumas subidas ao ataque, não comprometeu. Fez boa dupla com David pelo lado esquerdo celeste e pouco sofreu.

Henrique – 5,5

Discreto na partida, não comprometeu, mas também não fez nada que mereça destaque.

Éderson – 6,5

Mais uma boa partida do jovem volante. Não é um primor técnico, mas, por outro lado, é muito forte e brigador. Raramente fica sem a bola em confrontos com adversários. Não pode sair do time. Foi substituído numa tentativa de Abel Braga de deixar o time mais ofensivo.

(Ezequiel – 4,5)

Entrou no lugar de Éderson para deixar o time mais ofensivo, só que pouco fez. Muito limitado.

Robinho – 3,5

Discreto e apagado, Robinho fez péssima partida até ser substituído por Marquinhos Gabriel. Ainda perdeu boa chance de marcar, no primeiro tempo.

(Marquinhos Gabriel – 4,5)

Substituiu Robinho na segunda etapa, mas pouco se viu do jogador. Praticamente não encostou na bola. Nulo em campo.

Thiago Neves – 3

Mais uma vez desligado, pouco participativo e errando muitos lances. Péssima partida do meia que deve ter acertado no máximo dois lances nos mais de 90 minutos que passou em campo. Chegou a balançar as redes, com o oportunismo costumeiro, mas o gol foi anulado por impedimento de David, no início da jogada.

David – 7

Após uma partida tenebrosa contra o Ceará, David, enfim, jogou bem. Foi o principal nome ofensivo do time cruzeirense e ganhou quase todas as disputas que teve, no mano a mano. Chegou a dar uma assistência para o gol de Thiago Neves, que foi anulado, por impedimento do camisa 11 no início da jogada.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Goiás
Após partida ridícula contra o Goiás, David se redimiu na noite de ontem (30) – Crédito da foto: Rosiron Rodrigues/Goiás Esporte Clube

Sassá – 4,5

Muita luta, entrega e disposição, mas falta qualidade técnica. Quando finalizou mandou muito mal e demonstrou uma dificuldade tremenda com a bola nos pés.

Abel Braga – 3,5

Não fez grandes mudanças no esquema de jogo, mandando à campo uma formação parecida com a que Mano Menezes utilizava antes de sair do Cruzeiro. Trouxe Thiago Neves e Sassá de volta ao time, o que se provou uma péssima decisão. Errou absurdamente ao lançar Edílson ainda no intervalo, gastando uma substituição que viria a ser a causa da derrot do time. As outras mexidas não mudaram em nada o panorama do jogo. Não conseguiu motivar os jogadores após o gol anulado e ainda menos depois do Goiás abrir o placar.

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar