Análises

Antes das probabilidades e estatísticas, o Cruzeiro precisa vencer

A cada dia a situação do Cruzeiro se complica mais, no Brasileirão. O time comandado por Abel Braga ocupa, atualmente, a 18ª colocação da competição, com 20 pontos conquistados em 69 disputados. Um aproveitamento pífio, de 29%. Dada a situação do time, faltando apenas 15 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, os torcedores passam a fazer contas e criar situações que resultem na permenência do time na série A. Mas, apesar disso ser algo normal, o primeiro passo para a salvação da Raposa é, atualmente, o mais complicado: o time vencer.

O time celeste não sabe o que é ganhar há sete jogos. A última vitória azul foi no dia 1 de setembro, no 1 a 0, contra o Vasco da Gama, no Mineirão. Foi nesse mesmo jogo, também, que saiu o último gol do time com bola rolando. De lá para cá foram três gols feitos, todos de pênalti.

É por essas e outras que vencer se torna cada vez um desafio maior. Mesmo jogando em casa, contra o Internacional, no último sábado (5), até o cruzeirense mais otimista sabia que era quase impossível o Cruzeiro ganhar. O time joga as partidas e passa os 90 minutos sem efetivamente parecer que conseguirá vencer os jogos. Até os momentos de pressão do time celeste, onde o time ataca mais, são nada efetivos. É mais uma pressão de toque de bola na intermediária, que realmente de finalizações.

A espera de um milagre

Na derrota contra o Goiás, apesar de ser considerada uma “boa atuação” do time celeste, onde a equipe “pressionou”, apenas uma bola foi na direção do gol adversário, num chute de fora da área de Thiago Neves. Ou seja, nem quando joga bem, quando pressiona, o Cruzeiro cria chances de vencer.

Hoje é difícil ver uma saída para o time. Mudança de esquema, troca de peças, entrega. Nada parece ser suficiente para que o time, pelo menos, tenha chances de vencer. Nem o acaso tem ajudado mais. Apenas um milagre parece capaz de salvar o Cruzeiro. Oremos.

Veja também: Balanço – a passagem de Rogério Ceni pelo Cruzeiro

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar