Campeonato BrasileiroNotícias

Mais de três anos depois, Joel “Cruel” volta aos planos do Cruzeiro

Jogador relacionado para decisão contra o Fluminense.

Após se destacar pelo Coritiba no Brasileirão de 2014, o camaronês Joel foi contratado pelo Cruzeiro em 2015, com a expectativa que pudesse ser uma aposta para repor as grandes perdas dos jogadores do ataque celeste que se sagrou bicampeão nacional. Entretanto, assim como o conjunto do time, o desempenho do atacante não foi o esperado. Em uma temporada com a camisa da Raposa, o camisa sete fez 27 jogos e marcou cinco gols.

Com a chegada da temporada 2016, Joel deixou o Cruzeiro e foi ao emprestado ao Santos, clube em que ficou por uma temporada completa, mas não se tornou unanimidade entre a torcida. Depois, Joel foi emprestado para o Botafogo e Avaí em 2017, mas novamente o camaronês não obteve sucesso.

Em 2018, no futebol português, recuperou sua fama de cruel. Ele foi emprestado ao Marítimo, onde jogou por duas temporadas, jogou em 49 oportunidades e marcou 19 gols. Durante sua passagem por lá, Joel foi convocado pela Seleção Camaronesa e fez seis vezes e fez um gol.

Com o bom futebol apresentado, tudo caminhava para que o Marítimo exercesse a opção de compra que tinha em relação ao atacante, todavia, um obstáculo no meio do caminho mudou tudo. Em junho deste ano, durante a preparação para a Copa Africana de Nações, Tagueu foi diagnosticado com uma anomalia na artéria coronária, o que poderia causar sua morte em uma partida de futebol. Esse fato ocasionou seu corte da seleção local e sua saída do Marítimo.

De volta ao Cruzeiro, Joel retornou aos treinos e foi reintegrado ao elenco. Para partida contra o Fluminense, o técnico Abel Braga relacionou o africano pela primeira vez desde que o atacante voltou à Raposa.

Segundo informações do setorista Artur Moraes, da Rádio Super, é esperado que o Cruzeiro inicie o jogo com Fred e Sassá juntos. Com isso, a presença de Joel no banco pode oferecer ao time cruzeirense uma alternativa de presença de área e movimentação no segundo tempo. O jogador pode atuar pelo centro da área e pelos lados. Com a entrada de Sassá nos onze iniciais, o Cruzeiro ficaria carente de opções ofensivas nos suplentes, afinal, o garoto Vinícius Popó não é considerado pronto pelo clube ainda para ser uma opção rotineira.

Deixe seu comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar