AnálisesCampeonato Brasileiro

Retrospecto do Cruzeiro na Arena Condá contra a Chapecoense é equilibrado; confira os números

Raposa enfrenta o Verdão do Oeste e precisa vencer.

Pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019, o Cruzeiro visita a Chapecoense para tentar respirar na competição. Os catarinenses, que são os atuais lanternas do Brasileirão, seriam, aparentemente, os melhores adversários possíveis para uma possível reação azul. Entretanto, o aproveitamento do Cruzeiro nos domínios da Chape e o atual momento celeste não inspiram tanta certeza e confiança. 

As equipes se enfrentam desde 2012. Os números trazem um enorme equilíbrio. Em sete jogos foram três empate e duas vitórias para cada time. Oito gols para o Cruzeiro e oito para a Chape. Em pontos, o aproveitamento do time mineiro é de de 42%.

Como já dito, o primeiro duelo foi no ano de 2012. Na ocasião, os times entraram em campo pela Copa do Brasil e o jogo terminou em 1 a 1. O gol da Raposa foi marcado por Walter.

No segundo encontro, a Chape já estava na Série A. Foi o primeiro ano dos catarinenses na elite do futebol brasileiro nessa fase gloriosa da história do clube. O jogo aconteceu pelas últimas rodadas do nacional de 2014 e também terminou em 1 a 1. A Raposa, por sua vez, já havia se sagrado campeã daquela edição e entrou com um time alternativo. O gol cruzeirense foi marcado em jogada de jovens que, na época, eram grandes promessas. Assistência de Judivan e gol de Hugo Ragelli.

Já nos anos seguintes, o time celeste, assim como hoje se encontrava na parte de baixo da tabelo. Entretanto, o momento atual é até pior que os anteriores. Em 2015, a Raposa ganhou por 2 a 0, gols de Fabiano e Rafael Lima, contra. Esse triunfo foi fundamental para a arrancada cruzeirense naquela edição. No ano de 2016, o resultado foi adverso. Uma derrota por 3-2 para o time que, no final do ano seria finalista da Copa Sul-americana e sofreria o triste acidente aéreo, que matou dezenas de pessoas. Os tentos azuis foram marcados por Matías Pisano e Fabrício Bruno, jogador que é titular no atual Cruzeiro e jogou por duas temporadas no time de Chapecó.

Ao longo de 2017, o Cruzeiro visitou a Chapecoense em duas oportunidades. A primeira, pela Copa do Brasil, em um polêmico 0 a 0 que foi uma grande batalha para a conquista azul do pentacampeonato da Copa. Na sequência, a Raposa venceu pelo Brasileirão, por 2 a 1. Gols de Rafinha e Raniel. Curiosamente, esse jogo foi poucos dias depois do título nacional que o time de Mano Menezes havia conquistado.

O último enfrentamento foi no ano passado. A Raposa jogou muito mal e perdeu por 2 a 0.

Rafael Sóbis em ação no confronto de 2018 – Crédito da foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Agora, Cruzeiro precisa urgentemente de uma vitória. O time de Abel Braga está em 18º lugar na tabela, com apenas 21 pontos. Já a Chape ocupa o vigésimo lugar, com 15 pontos, mas venceu o Cruzeiro no primeiro turno, em BH, por 2 a 1.

A torcida cruzeirense espera que o time possa repetir 2015, vença o jogo e reaja no campeonato.

Deixe seu comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar