ColunasTop 10

As 10 maiores vendas da história do Cruzeiro

Relembre grandes transferências do clube

Um grande time, normalmente, possui grandes jogadores. Com isso, naturalmente, ocorrem vendas com altos valores. Durante os últimos anos, o Cruzeiro acumulou esquadrões vencedores e, consequentemente, saídas muito valiosas. Por isso, após listar as piores contratações da história da Raposa e os gols mais importantes de Thiago Neves no Cabuloso, o Mais Cruzeiro decidiu criar o Top 10 de maiores vendas da história do clube. A lista é baseada em números divulgados pelo site especializado Transfermarkt e pela CruzeiroPédia.

1 – Geovanni

Revelado pela Raposa em 1997, o jogador deixou o clube em direção ao gigante Barcelona, em 2000, após ter marcado o gol do título da Copa do Brasil daquele ano. A transação do jogador chegou aos US$ 18 milhões. Em 2006, o atleta retornou ao Cruzeiro, mas teve passagem apagada. Hoje, já está aposentado.

As 10 maiores vendas da história do Cruzeiro
Atleta marcou um dos gols mais decisivos da história azul – Créditos da foto: Twitter do Mineirão

2 – Fred

Se a segunda passagem do atacante no Cruzeiro é um desastre, a primeira foi mágica. Após ser contratado junto ao América-MG, em 2004, Fred marcou 68 gols em 71 jogos. Esses números estrondosos fizeram com que o Lyon, em 2005, desembolsasse cerca de € 15,6 milhões pelo jogador.

3 – Éverton Ribeiro

Grande nome do bicampeonato brasileiro de 2013 e 2014, o saudoso camisa 17 fez história no Cruzeiro. Após liderar o Cruzeiro nessas campanhas vitoriosas, Éverton foi negociado com o Al-Ahli, dos Emirados Árabes, por € 15 milhões, em janeiro de 2015.

As 10 maiores vendas da história do Cruzeiro
ER17 alegrou a torcida azul – Créditos da foto: Gil Leonardi/LANCEPRESS

4 – Ricardo Goulart

Assim como Ribeiro, ele foi um enorme destaque no bicampeonato e também saiu em 2015, por € 15 milhões. Todavia, o destino do camisa 28 foi a China e o clube foi o Guangzhou Evergrande.

5 – Fábio Júnior

Revelado pelo clube, o atacante foi negociado com a Roma, em 1999, por cerca de US$ 15 milhões. O jogador ainda retornou ao Cruzeiro em 2000, por empréstimo, e marcou um dos gols na final da Copa do Brasil de 2000.

6 – Lucas Silva

Outro que se destacou em 2013 e 14 e deixou o clube em 2015 foi o volante. Ele, por sua vez, rumou ao gigantesco Real Madrid, por € 13 milhões de euros. Revelado pelo clube, o jogador retornou à equipe em 2017 e venceu as Copas do Brasil de 17 e 18.

As 10 maiores vendas da história do Cruzeiro
Volante é cotado para retornar ao clube no próximo ano – Créditos da foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

7 – De Arrascaeta

Uma das vendas mais polêmicas da história do clube, o uruguaio deixou a Raposa após quatro temporadas em BH. Ele foi essencial nas conquistas nacionais de 2017 e 2018, e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história celeste, com 50 gols. No começou de 2019, ele assinou com o Flamengo, que pagou € 13 milhões pelo atleta.

8 – Wallace

O zagueiro era considerado uma grande promessa e não ficou muito tempo no clube azul. Wallace foi vendido pelo Cruzeiro ao Braga, de Portugal, no meio de 2014. A negociação bateu € 9 milhões. Hoje, o jogador atua pela Lazio, da Itália.

9 – Marcelo Moreno

O Flecheiro Azul. Assim o jogador é conhecido pela torcida celeste. Entre indas e vindas, o atacante marcou 44 gols e é o segundo maior artilheiro estrangeiro da história do clube. Na primeira vez que deixou o clube, o boliviano foi vendido ao Shakhtar Donetsk por € 9 milhões.

10 – Wagner

Destaque no fim da década passada, o meio-campista foi um dos pilares do time que foi finalista da Libertadores de 2009. Após o torneio, Wagner foi negociado com o Lokomotiv Moscou, também por € 9 milhões.

E aí torcedor, saudades de algum destes atletas? Comente e dê sugestões para os próximos top 10!!!

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar