Análises

Sassá volta a ser titular do Cruzeiro: o que o time pode ganhar com isso?

Camisa 99 substituirá Fred, suspenso, no jogo contra o Atlético Paranaense

Após muito tempo na fila de espera, o atacante Sassá voltará, no jogo de amanhã (6), contra o Athletico Paranaense, a ser o homem de referência no ataque do Cruzeiro. O camisa 99 se aproveitará da suspensão do titular Fred para cavar um lugar na equipe. Cheio de moral pelo gol na última partida e com o concorrente direto pela vaga em má fase, esta é uma oportunidade de ouro para o jogador se credenciar ao time principal.

Na atual edição do Brasileirão, Sassá foi titular em apenas quatro jogos, sendo que no último deles, contra o Fluminense, disputado no dia 9 de outubro, não foi o homem de referência no ataque, pois jogou ao lado de Fred. A última vez que o camisa 99 foi titular como centroavante de referência numa partida válida pelo Campeonato Brasileiro, foi no dia 20 de julho, no empate em 0 a 0 contra o Bahia. Na ocasião, o então treinador Mano Menezes mandou um time reserva a campo, pensando nas oitavas de final da Copa Libertadores.

Sassá x Fred

Apesar de concorrentes pela posição, Sassá e Fred tem características de jogo muito diferentes. O primeiro é um jogador de mobilidade e força, que incomoda a defesa, pressiona e usa muito bem o corpo, cometendo, inclusive, um número alto de faltas, por isso. Sassá gosta de sair da área e cair, principalmente pelo lado esquerdo. Como não é tão bom na finalização de curta distância, o camisa 99 costuma arriscar chutes de fora da área para levar perigo ao adversário. O gol do atacante, na última partida, contra o Bahia, saiu dessa forma, inclusive. Uma bomba de fora da área que foi morrer na gaveta.

Fred, por sua vez, é um definidor. O jogador se movimenta bem pouco em campo, e é muito cobrado por isso, e sempre fica rondando a área, buscando uma boa oportunidade de finalização. Por essa características, o camisa 9 costuma participar bem pouco dos jogos. Exceto quando consegue acertar jogadas de pivô, escorando para quem vem de trás, sendo essa uma de suas especialidades.

Sassá volta a ser titular do Cruzeiro: o que o time pode ganhar com isso?
No último domingo (3), Sassá comemorou seu gol com a tradicional “Sassarrada” no ar – Crédito da foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Como o Cruzeiro fica, com as mudanças?

A entrada de Sassá deixa o time mais dinâmico e forte fisicamente. Com os muitos desfalques que se apresentam para o jogo (Fred e Orejuela estão suspensos, Thiago Neves foi vetado e Éderson deve começar no banco) é importante que o Cruzeiro tenha força física, já que estará menos entrosado em campo. Outra vantagem da entrada do camisa 99 é o ganho, também, do chute de média distância. Num jogo difícil como o próximo se apresenta, uma bola de fora pode definir a partida.

Com a mudança no ataque, os pontos negativos são a perda de presença de área e poder de finalização de Fred. Mas, pelo que o camisa 9 vinha jogando nos últimos jogos, isso não parece algo que fará muita falta ao time.

Essa é a chance de ouro para Sassá e uma boa exibição pode colocá-lo de vez na briga pela titularidade. Agora, caso jogue mal, o torcedor sabe que dificilmente será feliz com seus centroavantes, em 2019.

Leia mais: As 10 maiores vendas da história do Cruzeiro

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar