Avaliações

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Athletico Paranaense

Fábio é o melhor em campo, enquanto Sassá vai do céu ao inferno em segundos

Veja agora as avaliações e notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Athletico Paranaense, por 0 a 0, na Arena da Baixada, na noite desta quarta-feira (6). As notas vão de 0 a 10.

Fábio – 8.5

Melhor em campo disparado, o goleiro pegou até pensamento e evitou que o Cruzeiro voltasse para Belo Horizonte derrotado. Foram diversas defesas difíceis realizadas e a impressão passada que o Furacão poderia chutar até amanhã que não faria gols.

Edílson – 7

Surpresa positiva, o lateral direito jogou muito bem e fez belas jogadas em campo.

Cacá – 5.5

Fez alguns cortes importantes, mas o Athletico chegou em condições de marcar mais vezes que deveria.

Fabrício Bruno – 5.5

Mesma situação de Cacá. Jogou bem, principalmente pelo alto, mas os atacantes paranaenses tiveram muito espaço em meio a defesa celeste.

Egídio – 5

Saiu machucado ainda no primeiro tempo, mas até lá já tinha tomado algumas decisões ruins.

(Dodô) – 6.5

Entrou bem, no lugar de Egídio, que se machucou ainda no primeiro tempo. Obrigou o goleiro Santos a fazer boa defesa numa batida de fora da área. Não pode ser reserva nesse time.

Henrique – 6

Uma partida típica de Henrique. Não apareceu tanto, mas desmonstrou ótimo tempo de bola e leitura de jogo.

Éderson – 6

Com problemas físicos, Éderson fez um jogo mais discreto, só que sem perder a qualidade de sempre. Chegou bem no campo de ataque.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro no empate contra o Athletico Paranaense
Crédito da foto: Atlhetico Paranaense/Site Oficial

Marquinhos Gabriel – 6

O camisa 20 fez boa partida, com muita entrega, principalmente após a expulsão de Sassá.

Robinho – 4

Mais uma vez o meia não foi bem. Pouca intensidade e nem sobra do jogador que foi nos últimos anos.

(Ariel Cabral) – 5.5

Entrou no segundo tempo para reforçar a defesa da equipe, fragilizada após a expulsão de Sassá e não fez nada que influenciasse positiva ou negativamente na partida.

David – 3.5

Mais uma vez mal, David pouco fez enquanto esteve em campo. As críticas parecem ter afetado sua confiança.

(Ezequiel) – 3

Terrível. Sem as mínimas condições de vestir a camisa do Cruzeiro. Mais uma herança desastrosa de Rogério Ceni. Apanhou da bola, apesar de ter chegado a mandar um chute, sem querer, na trave.

Sassá – 3

Era um dos melhores em campo até seu gol, o que mudou tudo. Exatamente isso que você leu. O jogador, que ao marcar um gol, poderia ter saído como herói, deixou o campo como vilão, ao ser expulso por ter conduzido a bola com o braço, no lance. O que se pode questionar é o primeiro cartão amarelo aplicado ao camisa 99, totalmente exagerado.

Abel Braga – 5.5

Errou ao iniciar a partida com Egídio de titular e ao colocar o limitado Ezequiel, no segundo tempo. A expulsão de Sassá o deixou sem ter muito o que fazer, mas conseguiu fechar bem a equipe para garantir um ponto.

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar