Notícias

Cruzeiro consegue efeito suspensivo e enfrentará Palmeiras no Mineirão

Time celeste havia sido punido com perda de um mando de campo pelas confusões no clássico contra o Atlético

O Cruzeiro ganhou uma boa notícia na tarde desta quarta-feira (27). O time celeste conseguiu efeito suspensivo para a punição de perda de um mando de campo no Brasileirão, aplicada em decorrências das confusões entre as torcidas no clássico contra o Atlético-MG. Sendo assim, a Raposa poderá jogar a possivelmente decisiva última partida do Brasileirão, contra o Palmeiras, no Mineirão. Caso não conseguisse o efeito, o clube estrelado teria que jogar longe de Belo Horizonte.

Confira o teor da decisão:

“De ordem do Auditor Relator, Dr. José Perdiz de Jesus, deste Superior Tribunal de Justiça, referente ao Recurso Voluntário nº 399/2019 – STJD (191/2019 – 3ª CD) , tendo como Recorrentes: Cruzeiro EC e CA Mineiro e Recorrido: Terceira Comissão Disciplinar, informo que através de despacho, foi deferido o pedido requerido pelos requerentes”.

O efeito suspensivo foi deferido pelo Auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz, que, juntamente com o pedido do Cruzeiro, acatou também o do Atlético-MG. A decisão também engloba o pagamento das multas impostas aos dois clubes: R$ 100 mil para o Cruzeiro e R$ 130 mil para o Atlético-MG. O julgamento em segunda instância ainda não tem data definida.

Efeito suspensivo

O efeito suspensivo no futebol brasileiro funciona de forma parecida com o da justiça comum. Quando um clube ou jogador é denunciado por determinada infração, este pode recorrer. Portanto, para que este não fique impedido de exercer suas funções por eventuais demoras no processo judicial, é dado o efeito suspensivo, que garante que o julgado possa continuar atuando até o julgamento definitivo.

No caso do Cruzeiro, por exemplo, o clube foi condenado a perder um mando de campo. Como cabe recurso, existe a possibilidade de o juiz acatar as justificativas do clube e retirar a punição. Ou seja, se a instituição fosse cumprir a pena logo após a primeira decisão, perderia seu direito de recorrer e já teria sido punido. Há também um prazo que delimita a duração desse efeito suspensivo, de acordo com a data do julgamento.

Veja também: Torcida do Cruzeiro divulga carta aberta aos dirigente e jogadores do clube

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar