AvaliaçõesCampeonato Brasileiro

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Vasco

Em derrota que praticamente rebaixa o clube, jogadores se esforçam mas não alcançam produtividade

Veja agora as avaliações e notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota por 1 a 0 para o Vasco, em São Januário, na noite desta segunda-feira (02). As notas vão de 0 a 10.

Fábio – 4

Não teve culpa no bonito gol de Guarín. Depois, não foi muito exigido.

Orejuela – 2

Mais uma vez, atuação abaixo da crítica. Vive péssima fase nos últimos jogos.

Cacá – 6

Um dos poucos que se salvaram na terrível campanha celeste. Dentro das possibilidades, fez boa partida.

Léo – 5

Aguerrido, o camisa 3 jogou tudo e demonstrou o amor à camisa de sempre. Deu o sangue. Contudo, mesmo assim não conseguiu produzir algo diferente ao time e evitar a derrota.

Egídio – 3.5

Outra partida ruim. Cruzamentos horríveis, chutes desnecessários e passes errados. Nada de novo no tocante à temporada do lateral.

Henrique – 3

Mal. Teve a faca e o queijo na mão para parar o contra-ataque que resultou no gol vascaíno, mas não o fez. Hoje, o capitão deixou muito a desejar.

Éderson – 4.5

Teve até boa presença ofensiva no primeiro tempo, mas foi sacado por Adílson Batista logo no intervalo.

(Marquinhos Gabriel) – 1.5

Não é novidade dizer que o camisa 20 foi terrível. Desta vez, ainda perdeu um gol incrível que faria a Raposa empatar no fim do segundo tempo.

Ariel Cabral – 5.5

Novidade na escalação, até fez bom jogo. Com bons passes e melhor marcação, ajudou o Cruzeiro em algumas situações, mas nada que tirasse o time da derrota.

David – 4

Tentou, fez algumas jogadas, mas, como sempre, pecou nas decisões. Fraco.

Pedro Rocha – 3

Seu futebol pífio não justifica tamanha individualidade. Precisa soltar a bola muito mais e jogar em espirito coletivo.

(Ezequiel) – 3

Sua entrada foi um erro. Não conseguiu criar nada.

Joel – 2.5

Tentou colaborar, mas não conseguiu fazer absolutamente nada. Não à toa foi substituído no intervalo.

(Fred) – 4

Em comparação com seus últimos jogos, até foi melhor. Conseguiu incomodar a zaga adversária, cabeceou uma bola perigosa e deu passe para Marquinhos Gabriel dentro da área, mas ele errou.

Adílson Batista – 4

Erros em mudanças como Ezequiel e Marquinhos Gabriel foram muito nocivos ao Cruzeiro. Contudo, na situação em que ele assumiu a equipe, não há muito o que fazer.

Avaliações: veja as notas dos jogadores do Cruzeiro na derrota para o Vasco
Mudanças do treinador não surtiram o efeito esperado – Créditos da foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

 

Deixe seu comentário

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar