Início Notícias Fábio pega pênalti e Cruzeiro empata com Juventude

Fábio pega pênalti e Cruzeiro empata com Juventude

O Cruzeiro voltou a tropeçar na Série B do Brasileirão. O adversário da vez foi o Juventude e as equipes não saíram do 0 a 0, no Mineirão. E muito desse placar está na conta do goleiro Fábio, que defendeu um pênalti cobrado por Renato Cajá, ainda no primeiro tempo.

Comandado pelo treinador do sub-20, Célio Lúcio, o Cruzeiro entrou com uma equipe diferente daquela que vinha jogando. Além de Fábio, Rafael Luiz e Daniel Guedes jogaram nas laterais, com o segundo estando improvisado na esquerda, Cacá voltou para a zaga, junto de Manoel e Ramon foi passado para a posição de volante, ao lado do jovem Jadsom. Maurício, Régis, Airton e Sassá foram os homens de frente.

Primeiro tempo

A partida já começou com grande susto sofrido pelo Cruzeiro. Aos 7 minutos de jogo, após uma cobrança de falta do lado direto, a bola bateu no braço do lateral Rafael Luiz e o juiz assinalou pênalti para o Juventude. O veterano meia Renato Cajá foi pra bola e bateu no canto esquerdo, mas Fábio buscou e evitou que os gaúchos abrissem o placar.

Fábio comemora defesa de pênalti – Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

No restante da primeira etapa se viu um jogo truncado com pouquíssimos ataques e nenhum dos goleiros tendo que trabalhar uma vez sequer. Houveram muitas faltas e as finalizações que aconteceram saíram de muito longe do gol para muito longe do gol.

Segundo tempo

Na volta para a segunda etapa o Cruzeiro melhorou bastante, perdendo duas chances com Régis, uma com Sassá e uma com Maurício ainda antes dos 17 minutos. O Juventude, por sua vez, permacneceu recuado, nem levar mts riscos ao gol de Fábio.

Com 0 a 0 persistindo, Célio Lúcio mexeu na equipe, tirando Régis e Sassá e colocando Welinton Torrão e Marcelo Moreno. Já no primeiro lance do boliviano, uma cabeçada após cobrança de escanteio que obrigou o goleiro Marcelo Carné a fazer grande defesa. E o goleiro do Juventude voltou a trabalhar em outro escanteio, defendendo de forma espetacular uma cabeçada de Ramon.

Aos 48, o Cruzeiro ainda teve uma chance de gol, com Claudinho, após boa jogada de Welinton, mas o camisa 49 chutou para fora.

Tabela

Com o empate, o Cruzeiro segue na vice-lanterna da Série B, com 13 pontos em 16 jogos. Já o juventude ganhou uma posição, subindo para o quinto lugar, com 24 pontos, três a menos que a Ponte Preta, primeiro time dentro do G4.

Ficha técnica – Cruzeiro 0 x 0 Juventude

Motivo: 16ª rodada do Campeonato Brasileiro – Série B 
Data: Sexta-feira, 16 de outubro de 2020
Local: Arena Pantanal

Cruzeiro: Fábio; Rafael Luiz, Manoel, Cacá e Daniel Guedes; Ramon (Jadson) e Jadsom; Maurício (Claudinho), Régis (Welinton) e Airton; Sassá (Marcelo Moreno). Técnico: Célio Lúcio.

Juventude: Marcelo Carné; Wellington Silva, Wellington (Augusto), Nery Bareiro e Eltinho; João Paulo e Gustavo Bochecha; Capixaba (Tartá), Renato Cajá (Rafael Silva) e Wagner (Gabriel Terra); Dalberto. Técnico: Pintado.

Gols: , aos 49-2ºT,
Cartões amarelos: Daniel Guedes, Ramon, Régis e Jadsom (Cruzeiro); João Paulo, Wagner, Eltinho (Juventude).

Veja mais: Cruzeiro 0 x 0 Juventude: veja as notas dos jogadores na partida desta noite

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário