Início Análises Análises Táticas Welinton Torrão merece mais chances no Cruzeiro? Veja números do jogador

Welinton Torrão merece mais chances no Cruzeiro? Veja números do jogador

Um dos jovens da base celeste que compõe o time principal do Cruzeiro, o ponta Welinton Torrão passou um tempo sumido da equipe celeste, mas voltou a campo na última sexta-feira (16), quando entrou no segundo tempo da partida contra o Juventude, que terminou em 0 a 0.

Como de costume, Welinton entrou bem no jogo, com velocidade, dribles e criou uma grande chance que o meia Claudinho finalizou pra fora. E mais um bom jogo do jogador fazem levantar questões de por que ele não vinha sendo utilizado, sendo que outros jogadores que rendem menos receberam chances, como foi o caso do meia-atacante Roberson.

Após ser afastado do elenco principal do clube, Welinton foi reintegrado por Ney Franco mas não recebeu oportunidades do treinador, ficando de fora até mesmo do banco de reservas em grande parte dos jogos. A última partida do ponta havia sido no confronto contra o Confiança, em 23 de agosto, quando entrou nos minutos finais da derrota.

Agora, após voltar a figurar na equipe sob o comando de Célio Lúcio, Welinton tem como objetivo agradar ao novo treinador, Felipão, para seguir aparecendo na equipe do Cruzeiro.

Números de Welinton contra o Juventude

O camisa 21 entrou aos 22 da segunda etapa, substituindo o meia Régis, e garantiu uma nota 6.9 no site especializado SofaScore. Caindo pelo lado direito como de costume, Welinton não finalizou nenhuma vez e tentou aplicar um drible, efetuado com sucesso.

Com a bola nos pés foram 12 passes certos, que representam 92.3% dos que tentou, sendo um deles chamado decisivo. O jogador criou uma grande chance no jogo, que foi o passe para Claudinho, como já citado. Além disso, o ponta cruzou uma bola, mas sem sucesso na tentativa.

Welinton ganhou ainda os dois duelos que travou pelo chão e um dos três que travou pelo ar. Perdeu a bola três vezes e sofreu uma falta, sem ter cometido nenhuma. Defensivamente o jogador não teve participação direta, não tendo feito nenhum desarme, corte ou interceptação.

Pelo Cruzeiro, na temporada, Welinton tem 14 jogos disputados, todos eles vindo do banco no segundo tempo e um gol marcado. Na Série B são cinco jogos, sem gols marcados e com uma assistência dada.

E aí torcedor, Welinton merece mais chances como titular? Comente.

Veja mais: Recuperados, Matheus Pereira e Marquinhos Gabriel viram opções para Felipão no Cruzeiro

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário