Início Finanças Cruzeiro precisa de confirmação de recebimento do Zorya para punição da Fifa...

Cruzeiro precisa de confirmação de recebimento do Zorya para punição da Fifa cair

Qries

Após quitar três dívidas na Fifa na última semana, entre elas aquela referente a compra do atacante Willian, realizada em 2014 e que foi a causadora da punição que impede o clube de registrar e regularizar novos jogadores, o Cruzeiro aguarda a queda do “Transfer Ban”.

Apesar do pagamento já ter sido efetuado, a punição ainda não caiu e o Cruzeiro segue aguardando para poder inscrever jogadores como Iván Angulo, Matheus Índio e Giovanni Piccolomo.

De acordo com o setorista Samuel Venâncio, da Rádio Itatiaia, depois de efetuar o pagamento, tem um prazo de cerca de 10 dias pra dar baixa no processo. Em situações em que as punições caem antes desse tempo, é porque as duas partes envolvidas no processo comunicam a resolução para a Fifa. Mas no caso do Cruzeiro, o Zorya, time que já vem tendo problemas com a Raposa, ainda não deu o “ok” referente ao pagamento.

O treinador Felipão falou sobre a situação, dizendo que deve fazer, num primeiro momento de queda da punição, somente uma inscrição. O novo comandante do Cruzeiro afirmou que quer estudar e conhecer os jogadores antes de inscrever todos e “gastar” o número de possibilidades.

Valores

Referente ao atacante Willian Bigode, o clube azul pagou a quantia de R$ 9.229.057,22, já com acréscimo de impostos, além de multa e custos da FIFA, no montante de R$ 328.107,03. Por Ábila, coube ao Cruzeiro desembolsar R$ 716.729,09, para quitar de vez uma dívida que vinha se arrastando desde 2016. Ademais, a Raposa R$ 454.358,75 para o treinador português Paulo Bento e sua comissão técnica.

Veja também: Maurício se apresenta à Seleção Sub-20 e desfalca o Cruzeiro nas próximas duas partidas

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber conteúdo incrível sobre o Cruzeiro em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário