Início Opinião Observatório Celeste Opinião: dentre tantos erros, diretoria do Cruzeiro acerta na decisão com os...

Opinião: dentre tantos erros, diretoria do Cruzeiro acerta na decisão com os atletas da base

Qries

Antes de qualquer coisa, explico que a premissa para o texto são as informações vindas dos veículos de imprensa que afirmam que os atletas da base do Cruzeiro estavam com mulheres no hotel onde estavam hospedados após derrota para Chapecoense em Chapecó.

Sérgio Santos Rodrigues está certo em tomar essa atitude. Advertiu e puniu internamente aos que pertencem de fato o Cruzeiro, devolveu dois que pertencem a outro clube e reincidiu com o atleta que estava próximo a encerrar contrato. Os três últimos, agora poderão fazer os atos de indisciplina onde bem entenderem, sem vínculo com o Maior de Minas.

Histórico disciplinador

É inconcebível a “passada de pano” que alguns tendem a fazer para atletas como Pedro Bicalho, por ser uma promessa com grande potencial. Primeiro que o clube tem um histórico de não aturar este tipo de comportamento. Lembre-se: o Cruzeiro não foi fundado com Gilvan de Pinho Tavares e nem com Wagner Pires de Sá.

Dois exemplos: por atos de indisciplina Joãozinho e Zé Roberto foram dispensados do Maior de Minas. Joãozinho, filho do herói do titulo de 76, era um atacante promissor porém durante a carreira nunca conseguiu atingir seu potencial, muito em virtude seu comportamento extra campo. Zé Roberto, meia atacante com boa carreira, jogou no futebol alemão, Botafogo, Vasco e em 2009 foi um dos principais nomes do Flamengo campeão brasileiro.

Esses dois, que apresentavam maior talento que os punidos, e mesmo assim, isso não foi impeditivo. Segundo, promessa é futuro e futuro é incerto. As atitudes de hoje são concretas e delimitam os valores e o modo de procedimento que o clube tem e exige de seus funcionários.

Curioso fico, é de alguns da grande rede acharem um excesso. Porém os mesmos acham o clube sem comando e uma terra sem lei. No ato de grave indisciplina, segundo o clube, o Cruzeiro agiu de modo enérgico e correto. Sobre os atletas que tiveram seu empréstimo encerrado, é a mesma atitude que o Coritiba teve com o Sassá, atitude ovacionada por vários.

Aos atletas punidos, que pensem nos atos e na oportunidade que perderam. Espero que a situação seja uma lição. E desejo boa sorte a todos.

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Mais Cruzeiro e de seus demais colaboradores

Veja também: De surfista a alfaiate, Novo Estatuto do Cruzeiro expõe a faceta dos que estão no Poder

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber conteúdo incrível sobre o Cruzeiro em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário