Início Campeonatos Série B Cruzeiro empata com Figueirense e volta a tropeçar em casa, na Série...

Cruzeiro empata com Figueirense e volta a tropeçar em casa, na Série B

Qries

O Cruzeiro voltou a tropeçar em casa na Série B e empatou com o Figueirense, 18º colocado da Série B, por 1 a 1. Os gols da partida, ambos golaços, foram marcados no primeiro tempo, por Léo Arthur, para o time catarinense, e Airton, para a Raposa.

O treinador Felipão entrou em campo com duas novidades em relação ao time que empatou com o Guarani. Marcelo Moreno voltou ao ataque após defender a Seleção Boliviana e Rafael Sóbis fez sua reestreia pelo Cruzeiro, substituindo o suspenso William Pottker. A equipe que iniciou a partida tinha: Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Cacá e Patrick Brey; Ramon e Jadsom; Airton, Régis e Rafael Sóbis; Marcelo Moreno.

Primeiro tempo

O Cruzeiro, por jogar em casa, iniciou a partida indo pra cima do Figueirense e até criou algumas chances com Rául Cáceres, Rafael Sóbis e Jadsom. Mas apesar da pressão inicial celeste, foram os catarinenses que abriram o placar, logo aos 11 minutos.

Após má cobrança de escanteio feita por Sóbis, o Figueirense recuperou em sua intermediária defensiva e saiu em velocidade. Bruno Michel recebeu próximo ao meio de campo e fez lançamento cinematográfico para Léo Artur, que ganhou na velocidade da zaga celeste e encobriu Fábio, fazendo um lindo gol.

Após sofrer o gol, o Cruzeiro parece ter se desestabilizado e o rendimento da equipe caiiu muito. Podendo jogar com o resultado à favor, o Figueirense recuou e passou a oferecer dificuldades ao time mineiro, que não conseguia criar.

Sempre Airton

Mas quando o Cruzeiro vivia seu pior momento em campo, ele, sempre ele, Airton, apareceu. Aos 36 minutos o camisa 77 fez grande jogada pela esquerda, cortando para dentro, e bateu colocado para fazer um golaço “de videogame”. A bola ainda bateu na trave antes de morrer nas redes catarinenses.

Figueirense quase marca

Apesar do gol sofrido, o Figueirense não se abalou e seguiu buscando o ataque, principalmente pelo lado esquerdo da defesa celeste, ocupada por um, mais uma vez, desconcentrado Patrick Brey. E aos 40 minutos quase que o time catarinense voltou a liderar o placar. Matheus Neris cruzou e Diego Gonçalves, de bicicleta, quase fez o terceiro golaço da partida, mas Fábio salvou com grande defesa.

No primeiro tempo Cacá foi muito exigindo, precisando corrigir muitas falhas de Patrick Brey – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Segundo tempo

O Cruzeiro voltou para o segundo tempo com duas mudanças: Patrick Brey, que fazia péssima partida, foi substituído por Matheus Pereira, e Jadson entrou no meio, no lugar de Ramon. E antes dos 10 minutos a Raposa teve duas boas chances num mesmo lance. Régis bateu de fora da área e obrigou Sidão a trabalhar e no rebote, Marcelo Moreno, sem ângulo, finalizou nas mãos do goleiro, que dessa vez segurou.

E após alguns minutos sem emoção, aos 29 da segunda etapa o Figueirense encaixou outro contra ataque e Léo Artur foi lançado por Patrick. O camisa 21 avançou dentro da área e obrigou Fábio a fazer mais um milagre na partida. Aos 45, Léo Arthur voltou a assustar o Cruzeiro com um chute de fora da área.

Após esse lance, um pênalti chegou a ser marcado para o Cruzeiro, mas o ponta Arthur Caíke estava impedido no lance e a marcação foi invalidada. Por fim, 1 a 1 definitivamente no placar.

Matheus Pereira
Retornando após tempo parado por lesão, Matheus Pereira recebeu o terceiro cartão amarelo no fim do jogo e volta a ser desfalque – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Tabela

Com o resultado, o Cruzeiro segue na 15ª posição, com 25 pontos, cinco a mais que o Naútico, primeiro time da zona de rebaixamento, e com 12 a menos que o América-MG, primeiro time do G4. Já o Figueirense, por sua vez, se mantém na zona de rebaixamento, em 18º, com 20 pontos.

Ficha técnica – Botafogo-SP 0 x 0 Cruzeiro

Motivo: 22ª rodada do Campeonato Brasileiro – Série B
Data: 20/11/2020 (sexta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG

Gols: Léo Arthur, aos 11 minutos do 1º tempo (Figueirense); Airton, aos 36 minutos do 1º tempo (Cruzeiro).

Cruzeiro: Fábio; Raúl Cáceres, Cacá, Manoel e Patrick Brey (Matheus Pereira); Ramon (Jadson) e Jadsom Silva; Airton, Régis (Welinton) e Rafael Sóbis (Arthur Caíke); Marcelo Moreno (Thiago). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Figueirense: Sidão; Thiaguinho, Guilherme Teixeira, Vitor Mendes e Renan Luís; Matheus Neris (Elyeser) e Patrick (Jhonatan); Léo Arthur, Bruno Michel (Everton Santos); Diego Gonçalves (Gabriel Barbosa) e Lucas Barcelos (Marquinho). Técnico: Jorginho.

Cartões amarelos: Jadson e Matheus Pereira (Cruzeiro); Matheus Neris e Thiaguinho (Figueirense).

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber conteúdo incrível sobre o Cruzeiro em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário