Início Cruzeiro Sob temporal, Cruzeiro batia Goiás há seis anos e vencia Brasileirão de...

Sob temporal, Cruzeiro batia Goiás há seis anos e vencia Brasileirão de 2014; relembre

O dia 23 de novembro de 2014 ficou marcado nos corações cruzeirenses. Com uma dura vitória pra cima do Goiás, por 2 a 1, o Cruzeiro se tornou campeão brasileiro daquele ano. O título, além de tudo, foi o segundo seguido do clube no torneio, um feito raro no esporte nacional.

O jogo já começou antes mesmo da bola rolar. Uma chuva torrencial atingia Belo Horizonte mas, mesmo assim, cerca de 57 mil torcedores ignoraram as adversidades e partiram rumo ao Mineirão.

Para o embate, o técnico Marcelo Oliveira lançou mão do time base que já dominava o Brasil há mais de um ano, com raras exceções. Fábio, Mayke, Bruno Rodrigo, Léo e Egídio; Henrique, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian Bigode; Marcelo Moreno. Eram estes, inicialmente, os jogadores que tinham a missão de buscar o Brasileirão de 2014 para o Cruzeiro.

Logo aos 12 minutos, mesmo de baixo de muita chuva, a Raposa abriu o placar no Gigante da Pampulha. Em jogada característica, Mayke cruzou com maestria e Goulart, como sempre, surgiu na área para cabecear pro gol.

Com o gol precoce, tudo se encaminhava para uma vitória tranquila celeste. No entanto, o Goiás e a chuva decidiram dar uma dose de emoção ao jogo. O gramado encharcado atrapalhou o Cruzeiro a fazer rápido e envolvente jogo por baixo.

Desta forma, o Esmeraldino cresceu no duelo e empatou o marcador. Em bonita finalização, o atacante Samuel aproveitou a sobra da bola e marcou para os goianos, aos 22 minutos. Apesar da considerável vantagem para o vice-líder São Paulo e das rodadas restantes, o torcedor celeste começou a ficar apreensivo, com medo dos goianos “jogarem água no chope” estrelado.

Porém, quem tem Éverton Ribeiro, tem tudo. Grande craque azul da época, o camisa 17 recebeu cruzamento de Willian e, mesmo baixinho, cabeceou para o fundo das redes, deixando o Cruzeiro mais perto ainda do título. O tento saiu aos 17 minutos da etapa final.

Fáaaabio!

Em determinados momentos do jogo, o ídolo da baliza celeste teve aparições salvadoras. Aproveitando do gramado molhado e do nervosismo cruzeirense, o Goiás levou perigo à Raposa em diversas oportunidades. Entretanto, lá estava Fábio para impedir o empate do time verde, e garantir a taça do Brasileirão 2014 do Cruzeiro.

Nem mesmo a forte chuva e a boa atuação dos goianos impediram mais uma gloriosa conquista do clube mineiro. Após o apito final, o que se viu foi muita celebração e muita comemoração de torcida, direção, comissão técnica e jogadores.

Veja mais: Marcelo Moreno e seus recordes pelo Cruzeiro

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário