Início Análises Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do...

Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do Cruzeiro contra o CRB

O Cruzeiro mais uma vez não conseguiu engatar uma sequência de três vitórias e empatou com o CRB, na noite de terça-feira (8), em 0 a 0, pela 27ª rodada do Brasileirão. Com problemas físicos, desfalques e má atuação de alguns jogadores, o time celeste fez, no estádio Rei Pelé, uma de suas piores partidas sob o comando de Felipão.

Mais Cruzeiro publica após toda partida, as notas dos jogadores do Cruzeiro, dadas pelo site especializado SofaScore, mas a partir de agora, com a coluna “Do 1 ao 11”, iremos publicar nossas próprias análises individuais de cada jogador e do treinador.

Titulares

Fábio

Maic Costa: Fez boas defesas nas poucas vezes em que foi exigido.

Lucas Barbosa: Esteve lá na hora que a bola chegou.

Raúl Cáceres

Maic Costa: Boa partida do paraguaio que marcou bem e subiu ao ataque, sendo prejudicado pela falta de aproximação dos companheiros.

Lucas Barbosa: Sofreu algumas vezes defensivamente, mas, no geral, fez mais uma boa atuação.

Manoel

Maic Costa: Sofreu muito com o atacante Lucão do Break, mas o saldo final foi positivo. Abusa muito dos chutões até quando dá para sair jogando.

Lucas Barbosa: Teve de lidar com o atacante Lucão do Break, que se movimentou bastante. No entanto, não deu brechas para o camisa 9 do CRB.

Ramon

Maic Costa: Partida sólida, apesar dos problemas causados pelo setor ofensivo do CRB.

Lucas Barbosa: Bom jogador.

Matheus Pereira

Maic Costa: Boa partida defensiva do lateral. Pouco se criou do seu lado. Ofensivamente, Matheus Pereira apareceu bem pouco.

Lucas Barbosa: Mais uma vez, demonstra ser um lateral muito correto defensivamente.

Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do Cruzeiro contra o CRB
Matheus Pereira voltou a fazer boa partida defensivamente -Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Adriano

Maic Costa: Bastante discreto no jogo. Sua pouca participação se justificaria caso não deixasse o meio do CRB criar, mas não foi isso que se viu.

Lucas Barbosa: Preenche bem os espaços e colabora muito na marcação, mas não ajuda na criação das jogadas.

Jadsom

Maic Costa: Partida ruim do camisa 16, que sofreu com o setor ofensivo do CRB e ainda errou passes bobos.

Lucas Barbosa: Novamente, jogou mal. Vive péssima fase.

Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do Cruzeiro contra o CRB
Trio do meio de campo celeste foi mal e Jadsom ainda recebeu o terceiro amarelo – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Filipe Machado

Maic Costa: Apareceu bem pouco. Partida ruim.

Lucas Barbosa: Bem discreto e ainda saiu cedo, sentindo dores.

Welinton

Maic Costa: Welinton teve uma estreia como titular no Cruzeiro para esquecer. Apesar de uma ou duas boas arrancadas, fez uma partida muito ruim, que se acentuou quando passou a cair pelo lado esquerdo do ataque. É muito afobado e quer fazer tudo rápido demais.

Lucas Barbosa: Teve dificuldade no acabamento das jogadas. É promissor, mas precisa ser melhor lapidado.

Arthur Caíke

Maic Costa: Partida muito ruim e apagada de Arthur Caíke, que ainda desperdiçou uma chance clara de gol.

Lucas Barbosa: Tecnicamente, foi mal. Perdeu uma oportunidade de gol. No entanto, colaborou defensivamente.

Arthur Caíke
Após jogar bem contra o Brasil-RS, Arthur Caíke fez partida bem ruim contra o CRB – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Rafael Sóbis

Maic Costa: Enquanto teve perna, foi o melhor homem do Cruzeiro no setor ofensivo. Saindo da área para buscar jogo e criar, acertou boa parte dos lances que tentou, sendo prejudicado pela falta de auxílio de seus companheiros.

Lucas Barbosa: Fez um belo primeiro tempo e comandou o Cruzeiro em suas melhores jogadas. Entretanto, sentiu o cansaço físico e saiu logo no início da primeira etapa.

Felipão

Maic Costa: Entendo que Felipão foi “vendido” pela falta de opções no banco e pelo cansaço de seus atletas. Apesar disso, analisando suas substituições, todas foram muito ruins e pioraram muito um time que já não estava em seus melhores dias. Ele acabou recuando demais o Cruzeiro muito cedo. Também parece não confiar realmente nos meias Giovanni e Claudinho, mas nesse caso, confio em sua análise.

Lucas Barbosa: Não dá pra dizer que Scolari foi bem quando ele lançou mão de Moreno, Régis, Jádson e Brey. As opções do banco eram escassas, mas as substituições feitas foram ruins para o time celestes.

Suplentes

Marcelo Moreno

Maic Costa: Mesmo jogando menos de 40 minutos, conseguiu ser o pior em campo. Uma das piores atuações de um jogador do Cruzeiro que já vi. Errou tudo que tentou, não agregou em nada e ainda foi até a defesa dar um passe horrível para Cáceres, que podia ter se tornado um lance de perigo para o CRB. Aliás, não entendo o motivo do centroavante nunca estar dentro da grande área. A maioria das bolas que perde é muito distante da área e nas poucas vezes no segundo tempo que houve chance de cruzamentos, Moreno estava longe, muitas vezes, ele mesmo estava aberto para cruzar.

Lucas Barbosa: Exala tristeza em campo. O torcedor já perdeu a paciência e, aparentemente, ele também. Errou tudo que tentou, esteve muito aflito e foi, novamente, mal.

Régis

Maic Costa: Só não foi escolhido o pior em campo pela atuação ainda pior de Marcelo Moreno. Mais um que errou praticamente tudo que tentou e não agregou em nada, muito pelo contrário.

Lucas Barbosa: Mais do mesmo do que o jogador vem apresentando com a camisa 5 estrelas: nada.

Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do Cruzeiro contra o CRB
Régis entrou muito mal no jogo – Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Jadson

Maic Costa: Com a entrada de Moreno, Régis e Jadson, até o torcedor mais otimista do Cruzeiro perdeu as esperanças de vitória. O camisa 88 mais uma vez foi invisível, no mau sentido, exceto num último lance do jogo onde precipitadamente isolou uma bola que ainda poderia ser trabalhada.

Lucas Barbosa: Sem palavras.

Patrick Brey

Maic Costa: Para completar o quarteto, Patrick Brey não poderia faltar. Entrou aos 38 do segundo tempo, na ponta, numa substituição até plausível, mas nada fez e ainda teve tempo de cometer um ou dois erros grotescos.

Lucas Barbosa: Pouco fez.

Análise geral

Maic Costa

Melhor em campo: Matheus Pereira
Pior em campo: Marcelo Moreno
Ponto positivo: Movimentação de Rafael Sóbis
Ponto negativo: Incapacidade de agredir o adversário

Lucas Barbosa

Melhor em campo: Rafael Sóbis
Pior em campo: Marcelo Moreno
Ponto positivo: Ponto ganho e mais um passo dado para fugir das chances de rebaixamento
Ponto negativo: Falta de elenco para mudanças na etapa final

Veja também: CRB x Cruzeiro: veja as notas dos jogadores na partida de hoje

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário