Início Análises Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do...

Do 1 ao 11: veja a análise da atuação dos jogadores do Cruzeiro contra o Vitória

Com uma atuação bastante consistente, o Cruzeiro superou o Vitória por 1 a 0, no Barradão, em Salvador, e segue alimentando o sonho do acesso à Série A. O jogo foi válido pela 28ª rodada do Brasileirão Série B de 2020.

Mais Cruzeiro publica após toda partida, as notas dos jogadores do Cruzeiro, dadas pelo site especializado SofaScore, mas a partir de agora, com a coluna “Do 1 ao 11”, iremos publicar nossas próprias análises individuais de cada jogador e do treinador.

Titulares

Fábio

Lucas Barbosa: Grande atuação do goleiro azul. Sempre que foi exigido, reagiu bem e impediu o Cruzeiro de ser vazado.

Maic Costa: Fez boas defesas quando exigido. Muito do bom resultado se deve à sua atuação.

Raúl Cáceres

Lucas Barbosa: Mais uma partida correta de Cáceres. Muito ativo pelo corredor direito, colaborou ofensivamente e não cedeu espaços defensivamente.

Maic Costa: Joga muito. Ataca, defende e arma com muita qualidade. Além de tudo, em 22 jogos pelo Cruzeiro no ano, não levou nenhum cartão.

Manoel

Lucas Barbosa: Firme, como de praxe. Mais uma boa atuação.

Maic Costa: Ótima atuação do zagueiro, não deixando os bons atacantes do Vitória se criarem.

Ramon

Lucas Barbosa: O gol marcado pelo camisa 4 coroou uma grande sequência de boas partidas. Ontem, mais uma vez, Ramon esbanjou segurança e bom futebol.

Maic Costa: Excelente jogador, um achado no ano. Seu gol coroou a grande fase que vive.

Ramon foi bem mais uma vez – Créditos da foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Matheus Pereira

Lucas Barbosa: Bom jogador.

Maic Costa: Partida boa defensivamente e discreta ofensivamente.

Adriano

Lucas Barbosa: Novamente, fez um grande trabalho na marcação. Vem em boa fase. Cruzeiro sentirá muito sua falta no próximo jogo, já que estará suspenso.

Maic Costa: Partida segura do jogador, discreto mais eficiente.

Jadson

Lucas Barbosa: Discreto, mas ao menos não comprometeu negativamente, como em outras ocasiões.

Maic Costa: Não comprometeu quando fez o simples. Quando buscou algo mais sofisticado, errou.

Filipe Machado

Lucas Barbosa: Boa partida. Distribuiu bem o jogo, deu passes longos interessantes e ainda cobrou o escanteio para o gol de Ramon. Sua especialidade.

Maic Costa: Ótima partida do jogador, que se tornou uma grande arma nos escanteios. Mais uma assistência neste tipo de lance.

Airton

Lucas Barbosa: O camisa 77 não fez uma grande partida.

Maic Costa: Partida discreta.

Arthur Caíke

Lucas Barbosa: Arthur Caíke criou algumas oportunidades de gol, mas nada de extrema relevância.

Maic Costa: Partida bem discreta do jogador, que levou perigo ao Vitória somente num chute de longe.

Rafael Sóbis

Lucas Barbosa: Mais uma vez, jogou bem. Muita disposição, experiência e qualidade técnica a serviço do Cruzeiro. Ajudou o time a criar chances de ataque, soube dosar o ritmo do jogo e quase fez um belo gol.

Maic Costa: Muita entrega, disposição, qualidade técnica e liderança. É o “motorzinho” do time na Série B. Uma pena que o físico não seja o de outrora.

Suplentes

Marcelo Moreno

Lucas Barbosa: Mais uma vez, entrou muito mal. Moreno vive uma fase terrível desde que chegou ao Cruzeiro. A cada jogo que passa, seu prestígio com a torcida celeste vai desaparecendo.

Maic Costa: Mais uma participação tenebrosa do camisa 9 que não lembra nem de longe o jogador que foi pelo Cruzeiro. Além de tudo, o atacante deu um cabeceamento bizarro que coroou a péssima exibição.

Giovanni Piccolomo

Lucas Barbosa: O jogador recebeu sua primeira oportunidade com a camisa cruzeirense e não decepcionou. Mesmo “rechonchudo”, o meia ganhou na corrida de Lucas Cândido, que fez falta e foi expulso. Depois, demonstrou muita vontade e distribuiu bem o jogo.

Maic Costa: Mesmo “gordinho”, o estreante da noite mostrou qualidade técnica e velocidade, causando inclusive a expulsão de Lucas Cândido. Boa credencial com o treinador Felipão, que o elogiou após o jogo.

Gio Piccolomo entrou na etapa final – Créditos da foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Welinton

Lucas Barbosa: Costuma ir bem sempre que entra no decorrer da partida. Desta vez, não foi diferente. Em arrancada, driblou o goleiro e finalizou. Por pouco, não fez o gol. É um jogador bastante útil.

Maic Costa: Não apareceu muito, exceto por uma grande arrancada que quase resultou num lindo gol. O lance, inclusive, o representou bem: muita vontade e velocidade, aliada a pouca qualidade técnica.

Cacá

Lucas Barbosa: Entrou no finalzinho. Compôs bem a linha de marcação, mas não teve muito o que fazer.

Maic Costa: Não teve tempo de fazer muita coisa.

Patrick Brey

Lucas Barbosa: Não comprometeu.

Maic Costa: Ficou pouco tempo em campo e não comprometeu.

Veja também: Arma letal – bolas paradas ocasionaram metade dos gols do Cruzeiro na Era Felipão

Deixe seu comentário
Deixe seu comentário