Chico Porath e Rebeca Andrade: dupla dinâmica vai brigar por medalhas em Paris

Chico Porath e Rebeca Andrade: dupla dinâmica vai brigar por medalhas em Paris

A parceria entre Chico Porath e Rebeca Andrade, uma das mais bem-sucedidas na história recente da ginástica artística brasileira, está prestes a ser testada novamente nos Jogos Olímpicos de Paris 2024. Desde a conquista histórica em Tóquio 2020, onde Rebeca brilhou com uma medalha de ouro e outra de prata, a colaboração de sucesso promete ainda mais louros.

Chico, seu treinador, tem sido um pilar essencial, oferecendo orientação e apoio: tanto técnico quanto emocional. Seu papel vai além do treinador; ele se tornou um mentor e uma figura de grande importância para a ginasta, um vínculo que promete mais momentos memoráveis na capital francesa.

Parceria que trouxe medalhas

Buscando consistência e excelência, Chico Porath tem focado na preparação minuciosa não apenas de Rebeca, mas de toda a equipe brasileira. Isso foi a base do time que conquistou seis medalhas no Campeonato Mundial do ano passado, incluindo uma inédita prata na final por equipes.

Ao ser questionado sobre quem serão as principais atletas da equipe brasileira Chico afirmou:

“A gente sabe que é a Rebeca e a Flávia no individual geral, e completamos a equipe com as outras meninas. Agora, faltando uma peça, precisamos que todas estejam prontas. Por isso, queremos levar na aclimatação meninas preparadas para competir, se necessário”.

Foco na medalha

Essa abordagem estratégica visa garantir que o time esteja afinado e preparado para qualquer eventualidade. Ainda sobre a dificuldade de se estabelecer como referência na modalidade.

Chico, animado com o desafio parisiense de 2024, revela:

“Sempre falo com treinadores de outras modalidades que a ginástica é muito injusta, porque o dia principal da competição é a classificatória. Porque é ela que vai te colocar em todas as finais possíveis. Então se você fizer uma classificatória ruim, não adianta você ter treinado séries super difíceis e testado várias coisas”, afirmou.

Atleta inspiradora

As expectativas para Rebeca Andrade são altíssimas. Considerada uma das maiores promessas de medalha do Brasil em Paris, ela também se tornou uma figura inspiradora para além das competições.

Rebeca acaba de ser homenageada com uma edição especial da boneca Barbie, dedicada a atletas inspiradoras. Claramente inspiradas na toada das Olimpíadas, a nova coleção do famoso brinquedo busca registrar a força das atletas femininas no esporte, ao longo da história:

“A Barbie é um nome tão grande e forte, e hoje eu posso dizer que também me tornei tão grande e forte como ela. É uma honra fazer com que as pessoas continuem acreditando e sonhando alto”, diz Rebeca.

Essa homenagem não só celebra suas conquistas, como também a solidifica como um ícone de dedicação e sucesso para muitos jovens brasileiros que desejam se tornar ginastas.

Olho nas olimpíadas

Faltando menos de 50 dias para o início dos Jogos Olímpicos, o foco de Rebeca e Chico está nos ajustes finais para a competição mais importante da temporada, e a equipe de ginástica brasileira chega com chances de conquistar medalhas.

A ginasta destaca a importância de chegar a Paris em sua melhor forma, tanto física quanto mental:

“Acho que não está faltando nada. Estamos focando no nosso objetivo, que é fazer boas apresentações durante a competição. Estamos treinando bastante para isso. Assim, o objetivo é tentar chegar tranquila, feliz, saudável. As coisas vão acontecer”, revela Rebeca.

Esses ajustes finais são cruciais para garantir que a equipe brasileira mantenha o foco e alto nível de desempenho esperado em uma competição de tamanha importância no cenário esportivo.

Acompanhe detalhes do COB no X (antigo Twitter):

Henrique Costa