Rinha virtual! Flávio Gomes ataca torcedores ao criticar Cruzeiro: ‘Time de Supermercado’

Rinha virtual! Flávio Gomes ataca torcedores ao criticar Cruzeiro: ‘Time de Supermercado’

Ele ataca de novo! O jornalista Flávio Gomes gerou intensos debates nas redes sociais, ao disparar críticas contra o Cruzeiro. Em meio a uma discussão online com torcedores do clube, Gomes não poupou palavras ao rotular a equipe mineira, insultando-a como um ‘time de supermercado’. A discussão, claro, não passou despercebida.

Bompreço ou Atacadão?

Afinal, o que seria um Time de Supermercado? Entre desconfianças e afirmações, o teor do comentário é, definitivamente, ofensivo. As declarações surgiram como resposta a críticas após comentários feitos pelo ex-comentarista da Fox Sports sobre a saída de Cássio do Corinthians. Segundo Gomes, o Cruzeiro não seria um destino adequado para o goleiro, desencadeando uma troca acalorada de mensagens entre ele e os fãs do clube. Como tudo nas redes sociais, a situação gerou uma série de declarações polêmicas.

Problemas pregressos

Esta não é a primeira vez que Flávio Gomes se envolve em uma polêmica pública. Recentemente, o comentarista também criticou severamente o Red Bull Bragantino, questionando a identidade do clube desde que se associou à marca de energéticos, que lhes obrigou a usar o nome. 

Segundo ele, a equipe perdeu sua essência original ao se tornar mais uma entidade alinhada aos interesses corporativos do que a suas raízes históricas e comunitárias. Errado não tá, né?

Cruzeiro em baixa

Enquanto isso, o Cruzeiro enfrenta desafios dentro e fora de campo. Apesar de ocupar a oitava colocação do Campeonato Brasileiro, o clube mineiro segue em baixa quando o assunto é moral. Sua polêmica mais recente envolveu uma controvérsia semelhante à do jogador Dudu, do Palmeiras, que assinou contrato e posteriormente desistiu, optando por permanecer no clube paulista. 

A situação gerou um constrangimento significativo com a presidente do Verdão, Leila Pereira. O Cruzeiro acabou abrindo mão do atleta, afirmando não fazer sentido manter alguém que não desejasse estar genuinamente na equipe.

Acompanhe Flávio Gomes no X (antigo Twitter):

Henrique Costa